Obras Clássicas

Obras clássicas japonesas traduzidas para o português.

Cem Anos da Imigração Japonesa no Brasil através de Fotografias

Um livro memorável de 205 páginas, sendo que, 167 páginas são de fotografias em preto e branco com ricas ilustrações de uma época de ouro do café, mas também retratam a vida dura dos colonos. As imagens falam por si só, o cotidiano dos japoneses nas fazendas de cafés, na agricultura, nos esportes, nas manifestações culturais, na educação, na política, na indústria e no convívio nas colônias e comunidades.

R$100,00

Sono

Sono é um conto inédito no Brasil de Haruki Murakami, considerado um dos autores mais importantes da atual literatura japonesa"É o décimo sétimo dia que não consigo dormir."Ela era uma mulher com uma vida normal. Tinha um marido normal. Um filho normal. Ela até podia detectar algumas fissuras nessa vida aparentemente perfeita, mas nunca chegou a pensar seriamente nelas. Até o dia em que deixou de dormir. Então o mundo se revelou. Um mundo duplo de sombras e silêncio; um mundo onde nada é o que parece. E onde ela não pode mais fechar os olhos.

R$42,90

As Irmãs Makioka

'As irmãs Makioka' traça um sutil e complexo perfil da sociedade japonesa durante os anos 1930 e aborda uma série de conflitos entre os valores japoneses e os ocidentais e entre a tradição e a modernidade. A história, que começa no outono de 1936 e termina em abril de 1941, sob o impacto da Segunda Guerra Mundial, retrata a vida de uma abastada família da região de Kyoto e Osaka, no oeste do país.

R$89,00

Sanshiro

Sanshiro Ogawa sai do interior do Japão rumo à deslumbrante capital para estudar literatura, mas a transição à vida adulta não será como ele imagina. Aqui, na primeira parte da trilogia informal de Natsume Soseki composta ainda por E Depois e O Portal, o verdadeiro aprendizado do protagonista se dá mais na contemplação das formosas nuvens do céu azul de Tóquio do que nas supostamente edificantes aulas da universidade.

R$49,00

E depois

Até então, ele se considerava um perfeito cavalheiro, cauteloso e pacífico, que detestava atitudes extremadas, incapaz de se expor ao perigo e que odiava desafios. E, a despeito de nunca ter praticado um ato covarde, sua consciência não o deixava negar que ele era , de fato, ignavo.

R$53,00

Eu sou um gato

Ao aparecer num terreno baldio, o gato, narrador deste romance, depois de passar por algumas poucas adversidades, acaba parando numa casa onde é acolhido por Chinno Kushami, o professor mal-humorado e estagnado em sua completa falta de perspectiva. O autor ridiculariza a vida da intelectualidade do Japão da Era Meiji, mostrando a fragilidade do professor e daqueles que o cercam. Sugerindo-se sempre como um ser de raça superior, o gato, com sua pesada munição e ares de dândi, não poupa nada nem ninguém. Sua linguagem é carregada de sarcasmo quando o assunto é o ser humano.

R$72,00

Páginas

Subscrever RSS - Obras Clássicas

Contato

Horário de Funcionamento

  • Segunda a Sábado: 9:00 - 18:00
  • Domingos: 11:00 - 17:00

Endereço

  • Praça da Liberdade, 153 - São Paulo
  • Em frente ao metrô Liberdade.
  • Veja o mapa aqui.